Existe algo que pode ser tão grande quanto a base de fãs da Tesla e de Elon Musk, o número de pessoas que torcem contra a montadora de carros elétricos e suas apostas ousadas para o mercado automotivo. Um exemplo desse fenômeno é o Tesla Cybertruck, que sequer chegou oficialmente às ruas, mas já tem muita gente apostando tanto em seu sucesso, quanto em seu fracasso.

O maior ponto de polêmica da picape elétricaé a aparência, digamos, peculiar, e a última pessoa a criticar o design quadradão do modelo e apostar no fracasso comercial do Cybertruck foi o guru do mercado financeiro e apresentador do programa Mad Money, da rede de TV estadunidense CNBC, Jim Cramer. Segundo ele, o Tesla Cybertruck será o primeiro desastre de Elon Musk.

Durante uma entrevista, Cramer defendeu que seria melhor comprar uma F-150, picape da Ford que vai ganhar uma versão elétrica em breve. Segundo ele, uma pessoa precisaria amar muito a Tesla para comprar um Cybertruck. O apresentador ponderou que ainda gosta da Tesla e admira os outros modelos da montadora, mas acredita que a picape será um grande fracasso comercial.

Em um tom leve, Cramer descreveu o Cybertruck como uma monstruosidade e disse que os demais motoristas vão se assustar quando cruzarem com uma delas na estrada. Porém, a realidade não apoia muito a tese de Jim Cramer, já que um rastreador de vendas online apontou um potencial de 1,25 milhão de pré-encomendas do modelo até o momento.

Já não é um sucesso?

As pré-encomendas não serão convertidas em venda, necessariamente, mas são um indicativo de que existe interesse por parte de compradores de ter um Tesla Cybertruck na garagem assim que ele estiver nas lojas. Mas o astro da TV não está sozinho no temor sobre um possível fracasso da picape, e até mesmo Elon Musk já demonstrou alguma desconfiança.

No mês passado, o CEO da Tesla escreveu no Twitter que sempre há alguma chance de que o Cybertruck fracasse, e isso se deve ao fato de a picape ser muito diferente de tudo do que já se viu por no mercado automotivo. Porém, Musk acrescentou que mesmo se o modelo fracassar, ele seguirá amando a picape, mesmo que os clientes não.

Fonte: Inside EVs