Dicas valiosas para não ter pesadelos depois de fechar negócio

Como avaliar um carro usado

Pesquise o perfil do dono e tenha olhar clínico na avaliação presencial.

Primeiro passo é não ter pressa e ser detalhista para observar a originalidade, estado dos bancos, volante e demais acabamentos. Uma breve análise no manual do proprietário e de manutenção, cópia de notas fiscais de serviços realizados. Isso pode poupar sua loja de amargar grandes prejuízos.

Análise da parte estrutural do veículo

Esta é a parte mais criteriosa e mais importante que você terá que fazer. Para facilitar, vamos pontuar todos os itens que qualquer pessoa pode vistoriar.

Como avaliar um carro usado

Pintura: Procure sempre um local com boa iluminação natural. Tente identificar diferença de cor, alinhamento das peças, quinas com marca de escorrido de tinta e até mesmo resto de material de funilaria, como massa de polir ou cera.

Como avaliar um carro usado

Rodas e pneus: Veja a marca do fabricante dos 4 pneus, medida e desgaste. Pneus com desuniformidade de desgaste indicam problemas de suspensão ou estruturais. Aos veículos sem estepe, atente-se aos pneus runflat, que podem rodar vazios até uma certa quilometragem. Além de precisarem de uma atenção especial, como se há bolhas, eles custam muito mais que o convencional e isso pode resultar em um prejuízo logo após a compra.

Como avaliar um carro usado

Faróis e vidros: Veja se os faróis são originais e procure pela de fabricação neles, pois ela tem que bater com o ano do veículo. Caso haja data posterior a fabricação, pode ser um indício de batida frontal. Os vidros devem conter numeração de chassi igual a do documento do veículo.

Como avaliar um carro usado

Acabamentos e tapeçaria: O interior retrata como o proprietário cuida do veículo. Atente-se a bancos rasgados e marcas de umidade. Acabamentos mal encaixados, parafusos e trilhos de bancos com oxidação e marcas de sujeira em cantos podem indiciar uma recuperação de enchente.

Como avaliar um carro usado

Airbags: A maioria dos carros equipados com airbags tem o sensor montado no cinto de segurança dianteiro, então você pode identificar a data de fabricação do mesmo na parte inferior, estampado numa etiqueta.

Como avaliar um carro usado

Funcionalidades: Não deixe de testar tudo no veículo, de vidros elétricos a sistema multimídia. Nos carros atuais, um problema em qualquer um desses sistemas pode representar um prejuízo imenso. Atente-se a luzes indesejadas acesas no painel.

Como avaliar um carro usado

Acessórios obrigatórios: Verifique estado do estepe, bem como se o carro possui todas as ferramentas necessárias para troca de pneu, assim como manuais e chave reserva.

Como avaliar um carro usado

Estrutura e mecânica: Os carros atuais possuem manutenção com valor bem expressivo, então não deixe de avaliar as longarinas, colunas e soldas originais, bem como o funcionamento de motor, câmbio, direção e suspensão. Se possível passe o aparelho para identificar algum erro no sistema eletrônico do carro, principalmente históricos de ocorrências.

Documentação: Não abra mão da vistoria cautelar que indicam se o carro teve passagem por leilão, falência, inventário ou qualquer tipo de alienação que te prejudique posteriormente a compra. Mesmo que o vendedor te apresente um laudo cautelar com data atual, priorize empresas de vistorias com reputação no mercado e que tenha condições de indenização em caso de erros por má avaliação.

Lembre-se, o segredo de todo o negócio é a compra, negligenciar esses pontos pode colocar tudo a perder.

[Fonte: M1]