Além do IPVA, os proprietários de veículos sabem que é necessário pagar a taxa de licenciamento todo ano. No entanto, desde o ano passado há uma novidade que pode pegar alguns desavisados de surpresa. O Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) pode não ser emitido caso o proprietário do veículo não atenda a um chamado de recall.

Desde 2019, o CRLV consta as campanhas de recall não realizadas. Isso é possível graças ao sistema criado pelo Serpro em parceria com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Através dele, a montadora avisa às autoridades sobre um recall e os proprietários são avisados pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT).

Agora, após as modificações feitas na Lei 14.071/2020, que altera vários artigos do Código de Trânsito Brasileiro e passou a vigorar em abril deste ano, o CRLV pode não ser emitido caso o proprietário não atenda ao chamado da fabricante em até um ano.

Para evitar esse problema ou até mesmo resolver, caso seu CRLV tenha a emissão bloqueada, basta entrar em contato com a concessionária da fabricante do seu veículo e atender ao chamado de recall, que é sempre gratuito. Depois do reparo feito, a própria loja da baixa no sistema, liberando a emissão do CRLV.

[Fonte: KBB]